Por vezes pedimos e por vezes pedem-nos. A Bíblia fala de muitas destas situações. Aqui, iremos focar-nos em duas.

  1. Pede o que quiseres que te dê” I Reis 3:5

Pede e ser-te-á concedido. Pede o que quiseres, o que quiseres…

Fama, fortuna, viver para sempre, beleza, inteligência, amigos,… O QUE QUISERES!….

O que queres tu?

Se hoje, Deus te oferecesse esta oportunidade, o que irias pedir?

Para ti ou para os outros?

Salomão pediu para si, para que pudesse ajudar os outros.

Pediu pensando nos outros, pois reconhecia a sua incapacidade.

Pediu pensando nos outros, pois amava a Deus acima de tudo.

Pediu pensando nos outros, pois isso refletia o seu coração.

Pediu pensando nos outros e em Deus, pois já era sábio por andar em Seus átrios.

Pediu pensando nos outros e obteve para si as maiores glórias humanas, porque tinha o seu coração no lugar certo.

“Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração” Provérbios 4.23

 

  1. “Esta noite te pedirão a tua alma…” Lucas 12.20

O que tens quando te pedirem a tua alma?

Dinheiro, reputação, um corpo saudável… “Vaidade das vaidades, tudo é vaidade”

O que restará quando tirarem o que te deram neste mundo?

O que restará quando acabares de gastar a tua moeda nesta viagem que é a vida – o tempo?

O que resta é a tua alma.

Tudo o resto, morre. Mas não a tua ALMA. Não a tua personalidade, o que és, o que te tornaste.

 

O primeiro pedido provavelmente nunca te será feito. O segundo é certo.

Um dia a tua alma será pedida. O que és será para alguém.

O teu destino é o resultado das tuas acções, das tuas escolhas e do que és.

Cada dia, todos os dias contribuem para a cena final.

Qual ela será, só a ti te cabe decidir.

 

por Cláudia Pinho

Categories:

Tags:

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *