Deus é Deus – independentemente das circunstâncias

biblia

Adaptado de mensagem de Jonas Pinho à Igreja em Fontaínhas – São João da Madeira. 04/10/2020

 

Cada um dos livros que fazem parte da Bíblia, foram escritos com um propósito, por alguém inspirado por Deus. O que cada escritor da Bíblia escreveu, recebeu-o ora diretamente da parte Deus, ora reportando algo que estava a vivenciar e/ou a ver. Certamente que muitas vezes, lhes era difícil entender como Deus estava a agir, entender a mente de Deus.

 

Lamentações 1:1

Jeremias começa a ser profeta, no décimo terceiro ano do Rei Josias, um rei que levou a nação novamente a voltar-se para Deus. Num tempo de paz, prosperidade e crescimento espiritual, a mensagem de Deus para o povo por intermédio de Jeremias, era de aviso, alertando que uma tormenta avassaladora iria despoletar, antevendo a conquista pelo império babilónico. É neste contexto, que Jeremias escreve este livro de lamentações, um livro que pode ser resumido pela primeira palavra que está escrita: Como?… Como estando tudo bem, de repente pode ficar tudo mal?… Como, num momento de crescimento podemos ser rapidamente assolados?… Jeremias, ao aperceber-se de tudo o que iria acontecer, fica destroçado e quebrantado (Jeremias 3.49). A dor apoderou-se dele.

Como Cristãos, temos muitas vezes dificuldade em decifrar o sofrimento. Tal como Jeremias, Job também se debateu com esta situação e as suas questões nunca chegaram a ser respondidas… A única resposta que obteve foi que Deus era Deus e Job apenas um homem… Deus é Deus, nós somos homens. Ele não nos deve nada!… Mas apesar disso, somos sempre alvo do amor de Deus. Tudo o que temos de bom: a família, amigos, conforto… é consequência da graça de Deus. Nada que temos, é por mérito nosso.

 

Ninguém, apenas a própria pessoa sabe o preço de uma lágrima. Por vezes a dor é pequena, mas outras vezes muito intensa, quase insuportável. Por vezes não sabemos qual o destino a que nos leva o nosso caminho… Não compreendemos a razão… Mas uma coisa é certa: Nós amamos a Deus, porque Ele nos amou primeiro. O Seu amor não se esgota no meio da nossa dor. Mesmo quando está a doer muito, mesmo que estejamos nessa situação por causa do nosso pecado, Deus ama-nos mais que alguém possa imaginar ou sonhar. Jesus tendo-nos amado, amou-nos até ao fim…

Quando as provações, dificuldades e dores vierem, olhemos para Deus e lembremo-nos que Ele nos amou ao ponto de dar o Seu filho a morrer por nós.

 

Jeremias 1:5; 1:12; 1:16

Jeremias 3

Deus é Deus, no meio da dor, ou no meio de um tempo calmo. O amor de Deus não se esgota, não chega ao fim. Mesmo no meio das tribulações, podemos ter a certeza que Deus continua a ser Deus, e essa certeza deve dar-nos paz. Nem sempre as circunstâncias nos são favoráveis, nem sempre compreendemos o que está a acontecer, mas o amor de Deus não cessa – Deus ama-te, mesmo quando parece não haver esperança!…

Partilha este artigo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email