Ir mais além!…

Armando

Adaptado de mensagem de Armando Santos à Igreja em Fontaínhas – São João da Madeira. 02/02/2021

 

Génesis 40:1-23

“Porém, lembra-te de mim” Génesis 40:14

“O copeiro-mor, porém, não se lembrou de José; antes, se esqueceu dele.” Génesis 40:23

 

José, estando preso teve como tarefa cuidar de dois outros presos. A sua única tarefa seria cuidar fisicamente deles, no entanto, José preocupava-se também com o seu estado emocional. José foi mais além, fez muito mais do que lhe foi pedido. E devido à sua preocupação, ele relacionou-se a nível pessoal e os dois presos confiaram-lhe coisas íntimas – os seus sonhos. José fez uma interpretação fiel, mesmo sabendo que um dos sonhos destinava um dos homens à morte e outro à vida. José também abriu o seu coração e contou toda a sua história. José deu-se e fez tudo por eles, mas foi esquecido pelo que foi salvo. Quão fácil é nos esquecermos dos que nos fazem bem e do bem que nos fazem, já as coisas más são difíceis de esquecer!…

Não foi a primeira vez que José mostrou que ia mais além e fazia muito mais do que era suposto – Génesis 50: 19-21. Nesta situação, com a sua família, ele pagou o mal com o bem; os seus irmãos mereciam a sua vingança, a justiça, mas, José foi misericordioso e amoroso.

Com o copeiro, ele foi vítima de ingratidão. O copeiro esqueceu-se dele, e esse esquecimento levou a que José ficasse mais dois anos na prisão…

 

Em muitos aspetos, a vida de José lembra também a vida do apóstolo Paulo: ambos foram presos injustamente, ambos estando presos cuidavam dos outros, ambos ficaram desamparados na prisão, ambos foram fiéis na revelação da mensagem que receberam do Senhor, ambos foram mais além!… As boas novas de José para o copeiro trouxeram-lhe consolação e esperança. O evangelho de Paulo, o evangelho da graça de Deus, traz consolação, felicidade e confiança num futuro melhor.

 

Que lições podemos tirar para nós, desta parte da vida de José?

  • Podemos fazer tudo pelos outros e mesmo assim ser esquecidos. Que tenhamos sempre em mente que o que importa é a glória de Deus e não a dos homens.
  • Devemos ir mais além. Fazer mais do que aquilo que se espera. E pode ser tão simples como estar dispostos a ouvir e assim aliviar o fardo de alguém. Devemos usar o nosso tempo e também o nosso dinheiro, se for preciso, para ajudar os outros (II Coríntios 8: 1-5)

E não somente fizeram como nós esperávamos, mas também a si mesmos se deram primeiramente ao Senhor e depois a nós, pela vontade de Deus” 2 Coríntios 8:5

  • José fez tanto e pediu tão pouco – “lembra-te de mim”. Devemos lembrar-nos dos outros, às vezes apenas isso basta e pode significar e fazer tanto!…
  • Lembrar-nos!… Lembrar-nos do Senhor, que fez tanto por nós… como podemos nós esquecermos?… “Como posso eu esquecer do que fizeste por mim, oh Senhor!….”

 

Estamos aqui para servir ao Senhor!… Que possamos ir sempre mais além!…

Partilha este artigo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email